Tornar-se Presente

Postado em: novembro 28th, 2015 por Lygia Franklin

T. Presente 2

Tornar-se Presente – Terra de Rudá Um Campo de Potência estará se formando a partir de 8 de dezembro de 2014. O que possibilitará:

I-   Fazer contato com o que se está sentindo.

II- Não se identificar com a mente.

III- Ver emergir a força numinosa do Agora.

IV- Sentir-se disponível ao Mistério.

V-   Surfar o Fluxo.

Num tempo em que o corre-corre, a ansiedade e a desatenção nos deixam vulneráveis às manipulações, tanto emocionais quanto as do establishment, faz-se necessário uma atenção cuidadosa. Quanto mais funcionarmos no “piloto automático”, mais nossa vida estará nas mãos de terceiros.

Tornar-se Presenteuma Experiência em Pertencimento Toda segunda-feira as 18hs, durante 10 minutos e às quartas-feiras pela manhã, ao acordar, por 5 minutos, teremos uma prática de intenção e meditação. Cada pessoa em sua casa, trabalho, carro, transporte público, rua ou em qualquer localidade poderá encontrar dentro de si alguma privacidade e concentração. Você estará sendo convidado a gerar um campo vibracional potente em renascimentos. Esta é uma experiência de contato, comunhão e transmutação com o máximo de viabilidade possível. Tornar-se Presente é o que necessitamos em um mundo altamente manipulador.

Temas fundamentais para o renascimento do humano serão sugeridos. Nos primeiros minutos faremos contato com o que estamos sentindo e um tema de trabalho será refletido ou falado em voz alta, baixa ou somente em pensamento e durante os outros minutos entraremos em meditação.

A meditação consta de se estar em silêncio interior e deixar que o Mistério nos fale ao coração. Talvez se consiga ficar em paz com nenhum pensamento ou quem sabe somente com alguns ou talvez nem se consiga o silêncio, tampouco a paz, mas então, é importante que, durante esse tempo, possa se fazer contato com o que se está sentindo. Nenhum ou quase nenhum obstáculo deve impedir que nos tornemos presentes e abertos à alquimia interior. No início será um pouco difícil, mas com o tempo uma grande transformação acontecerá.

Caso não se consiga 10 minutos às 18hs de segunda-feira, essa vivência poderá ocorrer em qualquer momento do dia de segunda-feira ou em qualquer momento de qualquer dia, desde que seja na mesma semana do tema proposto. O que importa é que você crie este espaço na sua vida de estar presente e em comunhão com outras pessoas. Compartilhar o Silêncio é respirar o mundo.

Objetivo: Criar um campo vibracional de potência. Que cada vez mais e mais pessoas façam contato com o que estão sentindo e estejam mais presentes para que possam discernir o que de fato querem para suas vidas.

Os temas propostos para os primeiros  minutos não possuem nenhuma vinculação com correntes religiosas e sim, com a Potência do Agora. São proposições que nos convidarão a nos tornarmos disponíveis a nós mesmos. Assim, ficará menos difícil saber o que estamos sentindo – limpando um campo mental, intoxicado por stress e desejos dos outros em nós, poderemos ser quem somos e agirmos com mais liberdade.

Ao longo deste processo algumas técnicas de Presentificação serão sugeridas.- Primeiros 5 minutos (ou o tempo que for necessário/possível):

1-    O que estou sentindo?

2-    Deixar o tema da semana envolvê-lo. – Os outros  min (ou o tempo que for necessário/possível):

3-    Entrar em silêncio. Permitir que o Silêncio, dia após dia, se torne mais profundo e transformador.

Por e-mail e redes sociais a Terra de Rudá sugerirá o tema da semana com um pequeno texto explicativo sobre a intenção. O que balizará a escolha dos assuntos será um olhar psicológico sobre as necessidades essenciais do homem contemporâneo, um olhar numinoso a respeito do instinto de transcendência inerente ao humano e o céu com suas configurações energéticas astrológicas, juntamente com o Calendário da Luz – sistema de leitura simbólica do movimento que a luz do sol faz a cada dia, em cada estação, aqui no hemisfério sul. Como pode ser observado esta será uma experiência de alinhamento entre o possível e o Mistério. Em outras palavras, entre a Vontade e o Agora.

Em um dado momento seremos capazes de perceber no Agora a Presença do Númen e nos sentiremos livres das intermediações institucionais e disponíveis ao Gozo Perene, obra da Consciência e da disponibilidade.

Sugerimos que quem desejar compartilhar algo de sua experiência poderá fazê-lo através dos endereços eletrônicos: facebook Tornar-se Presente grupo público ou Terra de Rudá e pelo e-mail terraderuda@gmail.com. Quem tiver whatsapp e quiser participar do grupo Tornar-se Presente para receber um toque lembrando-o às 18:00h de cada segunda que é momento de meditação, o telefone é 21- 98505-8500.

Para nosso grupo é importante saber como esta experiência vem se processando em cada um. Sintam-se a vontade para compartilhar e quem desejar privacidade em algum compartilhamento é só nos sinalizar pelo e-mail. Entendemos que estamos num tempo onde a cura da normose pode ser aperfeiçoada através de um campo vibracional não institucional. Hoje nossa presença está bastante virtualizada. Podemos tornar esta virtualidade numinosa. É possível se estar com várias pessoas em lugares distantes sem que tenhamos que nos locomover enfrentando terríveis engarrafamentos. Pelo contrário, queremos que todas as dificuldades sejam as facilidades para que nos tornemos verticalizados. Hoje, estar no lugar certo, na hora certa, com a pessoa certa depende de discernimento, vontade e tecnologia. Lembrando que a rede mais poderosa de todos os tempos é a Consciência.

A Terra de Rudá te convida para que possamos ir além do nosso Sono de Adiamento e que possamos fazer a Revolução de estarmos aqui, agora, em atenção, disponibilidade e potência, pois o Tempo é Agora e precisamos ir além de nós mesmos. Esta experiência magnífica terá a duração de quatro estações. Começou no final da primavera de 2014 passará pelo verão, outono, inverno e terminará no final da primavera de 2015. Este é o tempo que necessitaremos para avaliar se de fato queremos construir uma nova revolução interior que alcance o mundo a nossa volta ou se nossa acomodação e imaturidade emocional nos deixarão reféns do desejo do outro.

Por que às segundas-feiras?

Nas tradições alquímicas o dia de segunda é o dia da Lua. Sua natureza é a mesma dos arquétipos, do passado, da história, das linhagens ancestrais, dos sentimentos, do inconsciente, da mãe, da alma… Portanto, é um belo dia para uma introspecção purgativa além de começarmos a semana com um alinhamento necessário à minimizarmos nosso automatismo de agenda.

Por que às quartas feiras?

Quarta feira é o dia regido por Mercúrio, segundo os antigos, sua energia facilita a comunicação entre os mundos denso e sutil. Rege o mental – vemos a importância de integrá-lo neste trabalho. Escolhemos este dia também simplesmente por ser no meio da semana e, por fim, por sentirmos a necessidade de ampliar  para mais um dia após um ano de prática semanal.

Por que às 18hs?

O crepúsculo, quando o sol mergulha na noite (representação do inconsciente) é um momento auspicioso para aninhar intenções. Seis horas da tarde, quando a noite se apresenta, é um horário de longa tradição simbólica. Quando o horário de verão acabar, mais forte ainda será esta experiência. Nesta hora entre o dia e a noite também encontraremos muitas pessoas em trânsito do trabalho para suas casas ou para outros lugares. É importante enraizarmos no Ser enquanto nos locomovemos. As condições ideais para nos transformarmos são aqui e agora. As condições ideais são quaisquer condições onde a potência da vontade dobre a inércia do conforto. Que este alinhamento nos torne presentes em nossos corpos, sentimentos e alma e a partir daí, seremos Ato em Discernimento. Que nossa coragem em nos desidentificarmos com as velhacarias ideológicas nos traga de volta a Inocência Madura.

Alguns temas de trabalho que serão vistos ao longo do ano: 1-    O que estou sentindo Agora? 2-    Eu não sou as opiniões que tenho a meu respeito. 3-    Neste momento o Sopro me respira… Se Plutão se encontra em Capricórnio e Netuno em Peixes; se o aquecimento global está mudando a geografia planetária; se os jovens sentem-se insatisfeitos com os modelos de gestão sugeridos por velhas ideologias; se uma crise de representatividade se impõe às instituições que não estão conseguindo se atualizar diante ao novo homem que está surgindo; se as religiões fracassaram em ajudar o homem a viver em Deus; se uma nova sexualidade encontra a sociedade despreparada do ponto de vista psicológico; se a cultura é humilhada pelo capital; se as diferenças étnicas são vistas com juízo de valor; se o bem-estar está submetido ao tráfico de indústrias farmacêuticas, planos de saúde, médicos tecnocratas… É tempo de “baixarmos a bola” e reconhecermos a necessidade de um novo começo. Ou nos tornamos presentes ou viveremos para um amanhã que nunca chegará.

Tornar-se Presente com pensamentos, mas sem reconhecer-se neles; Tornar-se Presente sem pensamentos, com a mente plena do Vazio; Tornar-se Presente sem símbolos ou arquétipos que intelectualizam a experiência no Agora; Tornar-se Presente sem religião que pode nos infantilizar dependentes de salvadores idealizados, colocando-nos passivos e desejosos que forças superiores nos resgatem de nosso medo e culpa da potência que somos; Tornar-se Presente sem Deus criado a imagem e semelhança de nossos interesses; Tornar-se Presente sem “eu” e suas identificações que geram uma impressão de identidade, mas adia a livre experiência de diluência no Agora; Tornar-se Presente em um vazio representacional em que o Mistério É o que É. Sejam bem vindos ao início de uma emancipação. Nossa realização depende de estarmos crescidos emocionalmente e, portanto, disponíveis ao arrebatamento que é a eternidade no corpo do Agora.

A partir da semana do dia 14 de dezembro de 2015 sugerimos que, além da meditação de 10 min às segundas das 18h às 18:10h, possamos fazer 5 min de meditação ao acordar nas quartas-feiras. Pela manhã, talvez entre 6:00 e 10:00h podemos nutrir nosso Campo de Potência. Lembrando que, além desses “horários de egrégrora” (ou seja, horários pré-estabelecidos em que, juntos nos disponibilizamos, podemos fazer nossas meditações em qualquer dia, hora e lugar. O mais importante é Estarmos Presentes conosco para que não sejamos manipulados pelo curso das coisas e sim, sermos co-autores desses cursos. O aumento gradual do nosso tempo de contato conosco é fundamento para nos revelarmos a nós mesmos. Na página das Publicações – Artigos deste site estão todos os temas trabalhados desde o início, caso deseje conhecê-los. Convide quem desejar para participar conosco e surfarmos juntos esta Onda de Potência. .